Gastronomia nordestina e os sabores que Alagoas têm

Assim, como toda a culinária brasileira, a gastronomia nordestina é riquíssima de sabores, cores, aromas e encanta quem passeia pelas […]

Assim, como toda a culinária brasileira, a gastronomia nordestina é riquíssima de sabores, cores, aromas e encanta quem passeia pelas praias e sertões do Nordeste. Aqui, os elementos usados no preparo do alimento também carregam características culturais e até mesmo uma relação importante com a fonte de renda de muitas famílias, principalmente em Alagoas.

Cada estado do Nordeste possui suas belezas e na hora de servir à mesa, as características dos pratos não são diferentes. Alagoas possui refeições que contam histórias, como o famoso camarão do bar das ostras; que enaltece a ancestralidade, como o caso da culinária quilombola; que marca gerações como a pesca e se torna tradição, como os doces de caju na região de Riacho Doce, em Maceió.

Gastronomia nordestina: o que devemos provar?

 

Cuscuz, tapioca, arrumadinho, pirão de peixe, siri mole, camarão, macaxeira (aipim ou mandioca), carne seca (ou charque)… São algumas das iguarias da gastronomia nordestina encontradas em Alagoas. Na região litorânea, de norte a sul, os frutos do mar (crustáceos, peixes, mariscos e moluscos) são as escolhas mais pedidas nos restaurantes.

Além das comidinhas, as frutas tropicais encontradas na região nordeste acabam enveredando na gastronomia nordestina e completam a lista de sabores para experimentar na sua próxima vinda à Alagoas. Pensando nisso, fizemos uma lista lista dos sabores que você não pode deixar de conhecer:

Café da manhã no Gungaporanga

Um café da manhã a la carte, servido com uma das mais belas vistas da Barra de São Miguel vai muito bem para começar o dia e nossa aventura pelos sabores locais. No Gungaporanga o desjejum pode ser servido no quarto e é possível experimentar pelo menos 4 iguarias da gastronomia nordestina, seja através de bolos típicos, comidas de milho, tapioca, frutas e sucos. Ah! Se desejar repetir alguma das delícias, é só informar!

Água de Coco e frutas tropicais

Manga, graviola, jaca, pitanga, caju, cajá, acerola e mais uma infinidade de sabores para experimentar. Se tiver a oportunidade de comer as frutas, melhor. Caso não, invista em sucos geladinhos para amenizar o calor ou reforçar bem o café da manhã.

Enquanto estiver curtindo o dia ensolarado, não esqueça de repor a hidratação com uma deliciosa água de coco fresquinha, se possível, ainda na fruta. Ah! E por falar em coco, você vai vê-lo em muitas receitas alagoanas, entre elas, a cocada de forno, servida no restaurante de nosso hotel.

Ostras da Vila Palatéia, Mel e Própolis Vermelha

Imagine visitar uma cultura inteira de ostras, com visual inesquecível e com direito a degustação. Parece demais não é? A Vila Palatéia é uma comunidade de pescadores e produtores artesanais de ostras e derivados da própolis vermelha.

Mais que um passeio e degustação, visitar a comunidade da Palatéia agrega conhecimentos sobre economia criativa, além de uma verdadeira aula sobre a reprodução natural dos moluscos, a partir da temperatura, assim como botânica, já que o bônus desta excursão é o visual deslumbrante da Mata Atlântica.

Casquinha de Siri & Siri Mole

O Siri Mole é um dos frutos do mar que mais é consumido em Alagoas. Porém, a quem prefira apenas apreciar o crustáceo sem a casca que o protege. Nesse caso, a casquinha de siri (onde é servido apenas o filé de siri em um ramekin de porcelana que imita a forma do animal) é a melhor pedida.

Em sua visita ao Gungaporanga, não deixe de experimentar a casquinha de siri. Você não vai se arrepender!

Sururu de Capote

Outro molusco conhecido na gastronomia nordestina e também cultivado na Vila Palatéia que representa muito a cultura e o sabor característico de Alagoas. Servido como aperitivo ou guarnição nas refeições, não há como não ser induzido a experimentar o sururu.

Como protagonista principal, a versão “sururu de capote” (o qual a iguaria é cozida e servida com as conchas que protegem o marisco) é tipicamente alagoana. Em seu preparo: leite de coco, pimentão, tomate, cebola, alho, coentro e outros temperos típicos.

Os hábitos alimentares em Alagoas são determinados por diversos fatores, entre eles o fato de ser banhado pelo mar e cercado por lagoas, estimulando o consumo de peixes, mariscos e crustáceos. Porém vale destacar que  a culinária alagoana não é diferente da culinária do Nordeste em geral, mas se sobressai devido as  diversas lagoas costeiras. Em todo estado ainda é possível encontrar pratos de origem indígena e africana, assim como comidas à base de milho e de mandioca.

Ficou com água na boca? Motivos para vir à Alagoas já têm! Reserve já o seu hotel para viver essa experiência de sabor em grande estilo. Confira um pouco mais sobre o Gungaporanga.

 

Leia também:

Drinks Brasileiros: qual seu favorito?

Drinks Brasileiros: qual seu favorito?

Caipirinha é um dos drinks brasileiros mais famoso no mundo inteiro. Não há quem resista a mistura de limão, açúcar […]

Leia mais
Turismo nacional pós-pandemia: como será?

Turismo nacional pós-pandemia: como será?

O turismo nacional pós-pandemia está se mostrando cada vez mais ativo. Viajantes começam a retomar seus passeios de carro, hotéis […]

Leia mais
Veja porque você deve se inscrever na lista VIP do Gungaporanga

Veja porque você deve se inscrever na lista VIP do Gungaporanga

A lista VIP do Gungaporanga já está circulando e quem ainda não se inscreveu, tem até o final de outubro […]

Leia mais

Assine nossa Newsletter

Nosso WhatsappNosso Whatsapp